quinta-feira, 14 de abril de 2011

Uma carência da P...

E depois de tudo que houve, e até mesmo da ultima tentativa insistente, resolvi cuidar de mim, gostar de mim e também GOSTAR DE QUEM GOSTA DE MIM.


"Por favor, não me analise 

Não fique procurando 
cada ponto fraco meu 
Se ninguém resiste a uma análise profunda, 
quanto mais eu! 
Ciumenta, exigente, insegura, carente 
toda cheia de marcas que a vida deixou:
Veja em cada exigência 
um grito de carência, 
um pedido de amor! 



Amor, amor é síntese, 
uma integração de dados: 
não há que tirar nem pôr. 
Não me corte em fatias, 
(ninguém abraça um pedaço), 
me envolva todo em seus braços 
E eu serei perfeita, amor!" 




"Difícil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que mais se ama."

Nenhum comentário:

Postar um comentário