terça-feira, 2 de agosto de 2011

Intensidade

Igual a todos?
Agiu como todos?
Foi mais um?
Não. Eu não o definiria assim. E não acredito que você seja como todos.
Foi tudo muito rápido, mas tudo muito intenso e eu acredito que tudo foi muito verdadeiro... (Pelo menos da minha parte foi)
As palavras ditas, as promessas feitas, e tudo mais, enfim, é como disse foi intenso demais e foi de verdade e não há nada que não me faça acreditar nisso.
Aconteceu tudo em pouco tempo, mas foi um tempo completamente bom, eu pude te-lo em meus braços o tempo que tinha de ser, a distancia foi estranha, está longe querendo está perto não é legal.
Agora eu não sei o que acontece, sei que tá de volta, mas não tenho forças pra procura-lo, sei lá, será que é medo? Eu não sei.
O que se passa aqui no momento eu também não sei, nenhum sentimento tão estrondante, mas uma certa curiosidade em como seria ve-lo novamente.
Eu ainda espero aquele telefonema, eu ainda espero o momento em que vou ve-lo outra vez, eu ainda espero aquele beijo tão aguardado de baixo de tanta despedida.
Mas mesmo que nada disso ocorra, nem o telefonema, nem o beijo, nem o abraço nem o afago aguardado, eu vou guardar cada momento, mesmo que rapido por demais,
eu vou guardar, serão lembranças lindas, vivas, intensas, fortes e verdadeira, cada palavra, cada momento, cada gesto, cada conquista, enfim, guardarei tudo na memoria no coração, sei la
Só sei que foi maravilho e intenso.
E é como sempre disse, não foi nada de decepcionante, afinal eu nunca crio espectativas, prefiro me surpreender, e voce me permitiu isso mais uma vez... E não, isso não é uma despedida. E só um desabafo...
Eu ainda queria você aqui perto
Obrigada!!! JT

Tayanne Raimi

2 comentários:

  1. "Mas mesmo que nada disso ocorra, nem o telefonema, nem o beijo, nem o abraço nem o afago aguardado, eu vou guardar cada momento..."
    Amei esse post.
    Tá lindo. =)

    ResponderExcluir
  2. Aii amiga que boom.. Saudades dos seus comentários...

    ResponderExcluir